DEPOIMENTOS

Quem eu sou?!? Quem estou sendo?!?
Foi respondendo a estas duas perguntas que conheci a Nádia em 2008.
Na verdade, ali estaria se iniciando um belo trabalho de autoconhecimento, auto respeito e valorização que continua até os dias de hoje. Acredito que ao trocarmos idéias e conversarmos incansavelmente sobre os nossos papéis como por exemplo, o “estar profissional”, o “estar mulher” ou o “estar mãe”, encontro o meu equilíbrio, com a qualificação dos meus pensamentos e acima de tudo, me faz compreender as respostas de que tanto buscava para o meu crescimento pessoal.
Silvia Bromberg
Eu tinha uma vida muito feliz com minha família e com todos que me cercavam. Tinha um comércio no qual trabalhei durante dezoito anos com muita satisfação e bem estar. Porém, num período muito curto, fui assaltado quatro vezes, passando por situações muito constrangedoras e assustadoras, sendo refém em todas as ocasiões. A partir daí, tive que parar de fazer as atividades de que mais gostava e que também sustentavam financeiramente minha família. Isso foi um choque muito grande porque, de repente, minha vida parou. Também não conseguia mais ir ao estabelecimento, muito menos passar em frente, mesmo sabendo que o prédio era meu e que o conquistei com muito esforço e dedicação. Fiquei por quatro anos com minha vida sem sentido, com todos os medos possíveis, não conseguia andar sozinho, não conseguia dirigir em outras localidades sem uma pessoa conhecida ao meu lado. Estava completamente derrotado, sem expectativa de vida e visão de futuro. Foi então que apareceu a Nádia de Castro em minha vida. Comecei a frequentar as consultas e, aos poucos, as coisas foram mudando. Tudo começou a voltar ao normal. Voltei a dirigir sozinho, sem qualquer tipo de medo, enfrentando situações que eu imaginava impossíveis de serem alcançadas. Através da Nádia e de suas orientações, rapidamente voltei a ter uma vida normal. Agradeço muito a Nádia de Castro por ter me devolvido a alegria e o motivo de viver. Por causa dela consegui ter, outra vez, as aspirações de vida que todo mundo deseja quando está em paz consigo mesmo. Acho isso a coisa mais importante para nós seres humanos, a paz interna para vivermos a verdadeira felicidade. Agora, a resposta da pergunta: porque Nádia de Castro? Ela está aí bem respondida em meu depoimento. Ela me ajudou, me deu conforto e me recolocou no meu lugar. Por isso, recuperei o tempo perdido e continuo a vida, de novo com paz, harmonia, felicidade e, acima de tudo, muita luz, que é o que todos nós precisamos e merecemos. Meus agradecimentos sinceros a esta pessoa maravilhosa, que simplesmente devolveu o rumo da minha vida, que parecia estar perdida. Hoje sou e estou muito feliz.
José Luiz Talani